26/07/2016

Umas férias... diferentes

Imaginem... uma semana de férias numa casa de praia, junto ao mar, sem companhia, sem horários. A praia a cerca de trezentos metros de distancia. Sair à rua pouco depois de acordar e sentir o odor dos pinheiros e da maresia. À noite adormecer ao som das ondas. Dias preenchidos com praia, SUP, comer, beber, ler, dormir, passear, falar com os amigos da escola de Surf e pouco mais. Pois foi assim uma das duas semanas das minhas férias de Julho.
Não, por aqui não há crise conjugal, mas nem sempre conseguimos marcar  férias com datas coincidentes, além disso a casa da praia pertence à família há duas gerações, portanto a estadia não é cara. Foi uma espécie de retiro espiritual, uma longa sessão  de yoga,



3 comentários:

  1. Parece-me muito bem! E é bom estarmos connosco, o que é raro fazermos.

    ResponderEliminar
  2. Isso é que foi descansar a valer!

    ResponderEliminar