19/07/2019

Continuam a destruir Lisboa...

Bairro da Lapa

Antes (já foi destruído, este edifício do séc. XVIII)

O  mamarracho que vai aparecer

Mais palavras para quê?

17/07/2019

13/07/2019

companheiro de viagem

Entro no comboio e sento-me perto de um patudo que está acompanhado pelo seu dono. Não é todos os dias que entro no comboio e tenho um companheiro de viagem tão civilizado como este. Aliás bestas não faltam nos transportes públicos. O passageiro que é interpelado pelo fiscal e refila porque acha que não deve ser fiscalizado,  o porco que se senta e põe os pés no banco.... o chico esperto que acha que os outros passageiros são obrigados  a ouvir a musica, mais concretamente os barulhos que saem do seu smartphone...
Sim, nem toda a gente pode concordar em ver um cão sentado assim num transporte público, mas naquele momento eu gostei da companhia.

09/07/2019

Pedalar em Lisboa

No fim de semana passado  voltei aos passeios de bicicleta em Lisboa. Esta cidade tem muitos segredos acreditem, e tenho a felicidade de conhecer quem mos saiba mostrar. Não é difícil andar de bicicleta na capital, a cidade é perfeitamente ciclável.   É inevitável,  os lisboetas têm de se habituar a ver bicicletas na cidade, muitas bicicletas. Há quem use a bicicleta como meio de transporte para ir trabalhar e até para levar os filhos à escola. Por outro lado temos a  senhora que passa por nós no carro comercial e diz "sai da estrada!!!" é o triste exemplo da mentalidade tacanha de alguns. Reconheço que existe muita falta de civismo do lado ciclistas e dos condutores. Há muito  a fazer, claro. Mas será que os governantes não podem por os olhos nas cidades europeias onde o uso da bicicleta é,  digamos pacifico?  Mas atenção, na questão da mobilidade há quem pense e aja para que o futuro seja melhor, eles andam aí. 

 Uma curiosidade... Moro a poucos quilómetros de Lisboa perto de uma Vila bastante conhecida. Pois nessa Vila é normal ir ao café de carro mesmo que a distancia seja pouco mais de quinhentos metros de casa, sabem... dá estatuto,  até pode ser num  topo de gama comprado em terceira ou quarta mão...

Passeio organizado pela bike.POP e com excelente guia .














01/07/2019

28/06/2019

Fábrica Moderna

No fim de semana passado voltei a Marvila. Morei lá  entre 1987 e 1994. Belos tempos, tinha ali a mercearia e a drogaria mesmo à porta de casa. O problema era a quadrilhice das vizinhas mas eu até tinha paciência para elas. Havia uma situação que metia dó, era ver dezenas de edifícios completamente degradados, inclusive alguns palacetes. Hoje noto que algo está a mudar. Está a tornar-se um bairro na moda com todas as suas vantagens e desvantagens. A Fábrica Moderna não sei se já conhecem, é um local que acolhe empresas, artesãos, designers, e onde se realizam workshops e outras actividades. Penso que são antigos armazéns ou parte de uma antiga fábrica que agora voltaram a ter utilidade. O Mercado Descarrilado foi o evento criado para a divulgação do espaço, uma visita guiada ajudou a perceber o conceito e o trabalho que por lá se faz. Paralelamente podíamos a assistir a outro evento, a exposição Poster. Cerca de trinta posters colocados estrategicamente no exterior de alguns edifícios, também com direito a visita guiada. Foi excelente a oportunidade de conhecer alguns dos autores. Ainda deu tempo para conhecer o Café com Calma e  o The Royal Rawness que tem um café muitooo bom e o espaço é lindo.  Voltaremos brevemente a Marvila.
































22/06/2019

O Gajo

Quando chegas a Santa Apolónia  ao fim da tarde e tens um espectáculo digno de se ver. O Gajo ao vivo, sim o Gajo ali na estação dos comboios. Valeu a pena ver e ouvir aquela guitarra, e já tem discos editados.

10/06/2019

Semáforos

Ontem fui a um evento em Lisboa e levei o carro. Estacionei no parque de estacionamento junto ao Mercado da Ribeira. Sempre me desenvencilhei bem a guiar dentro da cidade, mas há um pequeno grande pormenor que me ficou na memória... há muitos mais condutores a não parar no sinal vermelho. Nunca tinha visto nada assim. Continua a aumentar a bestialidade no automobilista.

08/06/2019

Concordo H.G.

"Every time I see an adult on a bicycle, I no longer despair for the future of the human race"

H. G. Wells


19/05/2019

Os novos passes

Tento apanhar  o autocarro dos TST (Transporte Sul do Tejo) bem cedo... mas nicles,  não pára porque vem cheio. Passa um, dois, três... todos com lotação cheia, espero vinte... quarenta minutos... e por vezes acabo por levar o carro para o trabalho, coisa que não acontecia antes. Esta situação mantém-se há semanas.  Com esta medida do governo na teoria iria poupar mais de cem euros, mas de que vale se acabo por até gastar mais agora por causa do combustível? As reclamações dos utentes caem em saco roto. Amanhã é segunda feira e não tenho ilusões, o inferno vai continuar.




06/05/2019

Arrábida

Domingo de manhã, bem cedo.   A paisagem, o cheiro da vegetação e o silêncio trazem paz à alma. Vêm-se barcos de pesca ao longe.   Não demora muito até se começar a ouvir o barulho ensurdecedor das motas que fazem razias aos carros, às pessoas e aos ciclistas. A esta hora ainda não se vêem os carros cheios de gente à procura do restaurante à beira mar. Meto a prancha na água e remo durante algumas horas. Quando regresso à praia, parece o inferno. Estou no Portinho da Arrábida. Gente a lutar por um lugar de estacionamento ou à procura do lugar ideal para a selfie. Foge que se acabou a paz!


15/04/2019

Leituras, Live a biografia de Keith Richards

Tenho andado longe dos livros, mas já andava a namorar há muito tempo este Live, a biografia de um dos mais talentosos guitarristas que o mundo conheceu. O livro foi lançado em 2010 mas só agora o adquiri.
Keith Richards é um dos fundadores dos Rolling Stones. Quem nunca ouviu (I can´t get no) Satisfaction, Sympathy for the devil, You can´t always get what you want, Miss you, Brown sugar ou It´s only Rock ´n roll? não? impossível!!
O livro, escrito por ele e com a colaboração de James Fox, tem quase 600 páginas . É  fácil de ler, muito fácil, parece que Keith está a conversar connosco. Fala sem preconceito da sua infância, dos amores, da família, do amor pela musica, dos vícios, da rebeldia, dos problemas com a justiça,  a  conturbada relação com Mick Jagger,  e claro o grande tema, os Rolling Stones. Este livro ajuda-nos também a conhecer um pouco sobre uma época em que o rock ´n roll era contracultura nos Estados Unidos, e sobre esse assunto podemos ler relatos bastante curiosos.  Keith nasceu a 18 de Dezembro de 1943, o primeiro disco dos Stones saiu em 1964.
 Há muito que admiro este musico, ele é considerado um dos melhores guitarristas de sempre (para mim o melhor). Mas também sempre me fascinou aquela aparência de pirata.  Johnny Depp inspirou-se em Keith para compor a personagem Jack Sparrow. Aliás o musico aparece  num dos filmes dos Piratas da Caraíbas, ele é o capitão Teague, pai de Jack.  Ahhhh e quanto à tal polémica sobre ter snifado as cinzas do pai... também lá vem explicado.

It´s only rock ´n roll but I like it




03/04/2019

23/03/2019

40 quilos de plástico no estômago

"Baleia encontrada morta com 40 quilos de plástico no estômago -TSF" Esta noticia revolta qualquer um, acho eu. Mas quantos de nós alteraram os hábitos? Custará assim tanto recusar por exemplo copos de plástico para beber café? sim eu conheço pessoas que fazem questão de usar copos de plástico, acreditem é verdade. Usar colheres de plástico? porquê? existe razão para isso?? E custará muito utilizar os sacos fornecidos pelos hipermercados que dão para utilizar milhares de vezes? é que nem são caros. É tempo de agir e não apenas continuarmos só a reflectir sobre o assunto...

03/03/2019

É Carnaval ninguém leva a mal

"my life is so bright i gotta wear shades" - Nutella

25/02/2019

Olá fresquinho

Eu sei, estamos em Janeiro, mas hoje não resisti